Twitter
Youtube
facebook
LinkedIn
Google +

 

29/01/2018 10:00

Indicador Ipea aponta alta de 2,5% na produção industrial em 2017


Apesar das taxas de crescimento mais modestas, indústria continua dando mostras de recuperação constante e gradual

O Indicador Ipea de Produção Industrial prevê avanço de 0,2% em dezembro de 2017, na comparação com novembro. Com isso, no acumulado de 2017, o resultado estimado é um crescimento de 2,5%. O indicador é considerado uma prévia da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF), do IBGE. Em relação ao mesmo mês de 2016, a produção projetada para dezembro de 2017 é 3,8% superior, o que representaria a quarta alta consecutiva.

Os destaques positivos referem-se à importação de bens intermediários – crescimento 1,7%, segunda alta seguida após a queda de 4,1% em outubro – e à produção de veículos automotores, com um avanço de 4,5%, encerrando o ano com expansão de 25,2%. Na comparação com dezembro de 2016, a exceção ao bom desempenho generalizado ficou por conta da queda de 4,2% no indicador de estoques, medido pela Fundação Getulio Vargas.

Leonardo Mello de Carvalho, técnico de planejamento e pesquisa do Ipea e autor do estudo, destaca que o diagnóstico permanece o mesmo, de recuperação gradual e constante da produção industrial. “Percebemos uma trajetória regular ao longo de 2017. O crescimento da produção, que é uma consequência da melhora das vendas internas e das exportações, tem aumentado significativamente o emprego industrial. É um setor que já está empregando mais e à frente de outros setores, como comércio e serviços, no que diz respeito à recuperação da crise.”

Acesse o indicador no blog da Carta de Conjuntura.

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea