Twitter
Youtube
facebook
LinkedIn
Google +

 

19/03/2018 14:30

Indicador Ipea de investimentos aponta queda de 2,4% em janeiro


Resultado negativo sucede o crescimento de 3,3% registrado em dezembro de 2017

O Indicador Ipea Mensal de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) aponta uma queda de 2,4% em janeiro, em relação a dezembro de 2017. Esse recuo ocorre depois do forte crescimento registrado no último mês do ano passado (3,3%). "Embora tenha recuado na série com ajuste sazonal, o indicador apontou crescimento de 4,1% na comparação com janeiro de 2017, com destaque para o componente máquinas e equipamentos, que registrou alta de 16% sobre o mesmo mês do ano passado", explica o técnico de planejamento e pesquisa do Ipea Leonardo Mello de Carvalho.

A análise publicada no blog da Carta de Conjuntura do Ipea aponta que o mau desempenho dos componentes da FBCF frente a dezembro foi generalizado. O consumo aparente de máquinas e equipamentos (Came) - que corresponde à produção doméstica líquida das exportações e acrescida das importações - apresentou queda de 4,2% no período. O indicador de construção civil também teve desempenho negativo em janeiro, recuando 2,2%, resultado esse que sucedeu crescimento de 2,7% em dezembro. Por fim, o terceiro componente da FBCF, classificado como "outros ativos fixos", registrou queda de 0,4% em janeiro.

Quando comparados a janeiro de 2017, no entanto, todos os componentes da FBCF apresentaram crescimento. Enquanto o Came registrou alta de 16%, a construção civil e o componente outros avançaram 0,4% e 1,1%, respectivamente. Com o resultado obtido no primeiro mês de 2018, o Indicador Ipea de FBCF acumula queda de 1,1% em 12 meses.

Leia a análise completa no blog da Carta de Conjuntura

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea