Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
td-banner

TD 2416 - Tendências nas Horas Dedicadas ao Trabalho e Lazer: uma análise da alocação do tempo no Brasil

Ana Luiza Neves de Holanda Barbosa, Rio de Janeiro, setembro de 2018  

 

O objetivo deste texto é documentar as tendências na alocação do tempo no Brasil ao longo do período de 2001 a 2015. Em particular, pretende-se analisar a evolução das jornadas semanais de trabalho no mercado e em afazeres domésticos, além do tempo semanal de deslocamento entre casa e trabalho. Especial atenção é dada para as horas dedicadas ao lazer. A análise é feita por gênero e tem como base a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os resultados revelam que homens desfrutam de mais horas de lazer do que as mulheres, ainda que haja uma tendência de redução dessa diferença ao longo do tempo. Há uma elevação das horas dedicadas ao lazer tanto para os homens quanto para as mulheres, sendo que esta elevação se dá de forma mais acentuada para as mulheres. Os resultados mostram ainda que o aumento no número de horas de lazer ao longo do período foi ocasionado por razões diversas entre homens e mulheres. Para os homens, a elevação do lazer (de quatro horas semanais) pode ser explicada por uma redução expressiva nas horas trabalhadas no mercado, enquanto que, para as mulheres brasileiras, a elevação nas horas de lazer (sete horas semanais) pode ser explicada por uma redução nas horas dedicadas aos afazeres domésticos.

Palavras-chave: uso do tempo; lazer; oferta de trabalho; gênero.

In this study we document trends in the allocation of time by gender in Brazil. In particular, we analyze trends in market work hours, home work hours (household chores), commute and leisure times in Brazil along 2001-2015. Analysis is made by gender and is based on the National Household Survey (PNAD). Results show that men enjoy more time of leisure than women, although this difference is reducing over time. For both men and women, there is an increase in leisure time. Specifically, we show that leisure for men increased by 4 hours per week (driven by a decline in market work hours) and for women by 7 hours per week (driven by a decline in home production work hours).

Keywords: time use; leisure; labor supply; gender.

 

acesse  Acesse o sumário executivo  acesseAcesse o documento (2 MB)

 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea