Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
17/01/2019 15:00
td-banner

TD 2442 - A Participação do Brasil nas Operações de Paz das Nações Unidas: Evolução, Desafios e Oportunidades

Israel de Oliveira Andrade, Eduarda Passarelli Hamann e Matheus Augusto Soares, janeiro de 2019 

 

Este trabalho apresenta a trajetória da participação do Brasil em operações de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) desde sua gênese, em 1947, até os dias de hoje, com o intuito de avaliar se há um padrão progressivo e evolutivo do engajamento brasileiro às operações de paz e quais seriam os desafios, as contribuições e as orientações futuras para o país nesse âmbito. Para tanto, em um primeiro momento, o texto fará uma discussão conceitual acerca das diferentes definições e entendimentos a respeito das operações de paz. Em seguida, serão analisadas a evolução das operações de paz da ONU durante os seus setenta anos e a postura brasileira nesse período. Em um terceiro e último momento, serão apresentadas as considerações finais, identificando os desafios por vir e as principais perspectivas para possíveis engajamentos do Brasil em futuras operações de paz. Busca-se, portanto, averiguar se as operações de paz, como instrumento de política internacional alinhado às diretrizes da política de defesa e da política externa brasileira, devem continuar a ser apoiadas pelo Brasil ou se novas reorientações são necessárias como estratégia do país.

Palavras-chave: operações de paz; Brasil; Organização das Nações Unidas; MINUSTAH; UNIFIL; peacekeeping.

 

Based on a state policy perspective, this paper presents the path of Brazil’s participation in U.N. peace operations, from its genesis in 1947 to the present day, with the intent to comprehend if there is in fact a progressive and evolutionary pattern in the participation of Brazil in peacekeeping, and which would be the challenges, contributions and future orientations to the country in this matter. For that, in a first moment, the text will bring a conceptual discussion regarding the different definitions and understandings on peacekeeping operations. Subsequently, we will analyze the evolution of UN peacekeeping operations throughout its 70 years and the Brazilian positions during this period. In a third moment, we will present the final considerations identifying the upcoming challenges and the main possible perspectives for Brazil to engage in future peacekeeping operations. The intention, therefore, is to ascertain whether peacekeeping operations, as an instrument of international policy aligned to the guidelines of Brazilian defense policy and foreign policy, should continue to be supported by Brazil or if new reorientations are necessary as a national strategy.

Keywords: peace operations; Brazil; United Nations; MINUSTAH; UNIFIL; peacekeeping.

 

  acesseAcesse o sumário executivo  acesseAcesse o documento (1.9 MB)

 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea