Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr

Início » Notícias » Dirur


11/02/2019 18:20

Estudo identifica os determinantes da demanda de internet no Brasil


Análise é a primeira tentativa com dados desagregados de estimação da demanda por internet para o Brasil

Domicílios de pessoas mais escolarizadas ou de maior renda têm maior chance de se conectarem à internet. É o que mostra um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) que analisou os determinantes da demanda de internet no Brasil. De autoria dos pesquisadores do instituto Mário Jorge Mendonça e José Jaime da Silva, a pesquisa Estimação da Demanda de Internet no Brasil analisou dados da pesquisa TIC Domicílios, do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic).

No Brasil, o mercado de banda larga é limitado devido ao estado de sua infraestrutura, como já divulgado pelo Ipea. Variáveis socioeconômicas como escolaridade, renda e classe social são fatores que exercem influência sobre o fato de o domicílio estar ou não conectado. Se um domicílio estiver inserido em área urbana, isso aumenta em torno de 15% a probabilidade de possuir internet.

Já em relação ao tipo de conexão – se DSL, fibra ótica ou móvel –, o estudo mostra que, para um domicílio localizado na região Sudeste, a chance de ele estar conectado à internet por conexão DSL é 78% menor que a de estar conectado por fibra ótica. A análise parte do pressuposto de que as conexões DSL, móvel ou por fibra ótica estão universalizadas para as áreas urbanas.

Confira a íntegra do Texto para Discussão 2444

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea