Twitter
Youtube
facebook
LinkedIn
Slideshare

 

Início » Publicações - Relatório Institucional » Relatório Institucional


29/04/2019 19:10


Interesse Público Implicações para a Política Antidumping no Brasil


Autores: Leane Cornet Naidin
 

icon pdf Acesse o PDF      

A literatura econômica acerca dos efeitos de medidas antidumping sobre os fluxos de comércio é farta tanto nos estudos teóricos como empíricos (Prusa, 1996; Brenton, 2001; Bown e Crownley, 2007; Naidin, 1998; Brasil, 2016). Ainda que, no cômputo agregado do valor das importações, esse impacto possa ser relativamente reduzido, seus efeitos restritivos sobre as compras externas dos produtos afetados são significativos, e os impactos sobre os níveis de proteção implicam a saída, do mercado nacional, dos fornecedores externos afetados pelas medidas. Além disso, os efeitos sobre a condições de concorrência no mercado do país importador são significativos (Prusa, 2003; 2005; 2016; Zanardi, 2005; Tavares, 2002; Besedes e Prusa, 2013) e dizem respeito a perdas de eficiência e entraves para ganhos de produtividade doméstica. O papel proeminente da política antidumping na prática recente da política comercial brasileira motivou, inclusive, estudos cujas evidências empíricas abriram um debate sobre impactos dessas medidas sobre a produtividade dos setores protegidos (Remédio, 2017; Kannebley et al., 2017; Messa, 2017).

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea